Conheça dois exames simples que ajudam a escolher o tipo de calçado ideal e a minimizar riscos de lesões durante corridas e caminhadas.

Você já ouviu falar em baropodometria? Muitos vão franzir a testa achando que não, mas este é o nome técnico para o que ficou popularmente conhecido como “teste da pisada”.Trata-se de um teste simples que ajuda a escolher o tipo de calçado ideal e a minimizar lesões durante corridas e caminhadas. O exame é importante não só para saber que tipo de calçado se deve utilizar na prática, mas também para entender melhor como funciona a biomecânica do seu corpo.

“O corpo não é composto por estruturas que funcionem isoladamente. Por isso, antes de corrigir a pisada, uma avaliação completa das variáveis posturais é realizada, para saber se a correção trará benefícios à postura.”

 

Com base nessa avaliação, é possível verificar se o paciente possui uma pisada caracterizada por um apoio maior na parte interna do pé (pronada), na parte externa do pé (supinada) ou um nível equilibrado entre as duas variações (neutra).

Segundo a fisioterapeuta Lígia Rodrigues: “O corpo não é composto por estruturas que funcionem isoladamente. Por isso, antes de corrigir a pisada, uma avaliação completa das variáveis posturais é realizada para saber se a correção trará benefícios à postura”, explica. No caso da pisada, especificamente, são analisados os itens como cava do pé, se ela é neutra e se a pressão máxima Conheça dois exames simples que ajudam a escolher o tipo de calçado ideal e a minimizar riscos de lesões durante corridas e caminhadas. BAROPODOMETRIA E CINEMETRIA está sendo no calcanhar.

“Além dos exames da baropodometria e cinemetria, é fundamental fazer uma avaliação através da osteopatia, quando serão avaliadas as restrições de postura e de mobilidade do atleta. Depois de todo o check-up feito procure um profissional de Educação Física, coloque o tênis e comece a correr.”

 

A partir da avaliação, desenvolve-se uma palmilha personalizada para os desajustes encontrados, que pode ser trocada de um calçado para outro. Quanto maior o tempo de uso, mais rápido os resultados são obtidos. Assim, você trata os transtornos posturais sem fazer esforço e sem precisar dispor de tempo: seu tratamento é diário, enquanto trabalha, estuda e pratica esportes.

 

Cinemetria.

Já a cinemetria constitui a área de avaliação biomecânica que se preocupa, fundamentalmente, com a descrição dos movimentos, independente das forças que os produziram. A explicação técnica parece bem complicada, mas basicamente o atleta é filmado durante o treino e são analisadas as imperfeições do movimento que ele executa. Isto é, a partir da aquisição de imagens realiza-se o cálculo das variáveis dependentes dos dados observados, como posição, orientação, velocidade e aceleração do corpo ou de seus segmentos.
Para o fisioterapeuta Albino Luciano, o importante é que o atleta faça os exames de baropodometria, cinemetria e a avaliação clínica, através da osteopatia antes de começar a praticar a modalidade, comentou. Depois de todo o check-up feito procure um profissional de Educação Física, coloque o tênis e comece a correr.
  • dna

    O DNA do corredor

    2016 CHEGA REPLETO DE DESAFIOS, CORRIDAS E MUITAS HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO. CONFIRA COMO SUP…
  • ergoespirometria-foto

    ERGOESPIROMETRIA – Ferramenta de apoio para a vitória

    Além dos riscos de lesão muscular ou óssea, é importante estar atento ao coração na …
Carregar mais artigos relacionados
  • ergoespirometria-foto

    ERGOESPIROMETRIA – Ferramenta de apoio para a vitória

    Além dos riscos de lesão muscular ou óssea, é importante estar atento ao coração na …
Carregar mais em Raio X

Além disso, verifique

O DNA do corredor

2016 CHEGA REPLETO DE DESAFIOS, CORRIDAS E MUITAS HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO. CONFIRA COMO SUP…